Os planos mudaram: intercâmbio a vista…

como-fazer-intercambio

Após a entrevista que fizemos com  a agente de migração (falei sobre isso aqui e aqui) decidimos então que precisaríamos mudar um pouco os planos. Nossa ideia de ir para Austrália com um visto permanente pareceu mais distante, mas não deixamos a peteca cair, traçamos um roteiro para conseguir o que queríamos, e foi aí que veio a decisão de ir para a Austrália como intercambistas.

Procurando um local para se alojar? Faça sua cotação aqui.

Decidimos ir, eu estudando inglês, afinal para tentar o visto permanente pela psicologia  (I, II, III) em algum momento eu teria que comprovar proficiência na língua, e o Lucas com visto de partner, dando seguimento ao processo de validação do curso de fisioterapia (I, II, III).

Iniciamos então uma nova saga, novas agências, feira de intercâmbio… o sonho parecia cada vez mais próximo, mas também bastante distante… E é com esse post que inicio os relatos deste percurso…

Gostou do conteúdo? Tem informações complementares? Alguma dúvida? Está neste processo? comente aqui e vamos trocando figurinhas…

Anúncios

18 comentários em “Os planos mudaram: intercâmbio a vista…

  1. Mariii, temos a mesma idade, a mesma profissão, o mesmo intuito e pelo jeito a mesma dificuldade: o inglês! Queria muito poder falar mais sobre o seus trâmites. Você não disponibilizaria um email? De qualquer forma eu adorei encontrar o seu relato. Tentei contato com a http://www.e-migration.com.au/contact-us mas não estou conseguindo enviar mensagens creio que por algum erro no servidor. Uma dúvida: o skilled visa não funcionou pra você por quais motivos? foi apenas pelo inglês?

    Curtir

    1. Oi Tássia, obrigada pelo comentário, meu e-mail é australiaaivoueu@gmail.com , podemos trocar mais por ele…
      Por ora meu skill assessment está em pause por conta do inglês mesmo, não enviei a documentação porque como os planos mudaram a grana vai para outros fins neste momento…

      Curtir

      1. Eu também estou avaliando um intercâmbio para aprimorar o inglês e tentar o visto de permanência ao final… e aí sim utilizando o diploma e tentado o IELTS. São tantos detalhes. Fico pensando se a nossa tentativa de visto utilizando da profissão e já em território estrangeiro será possível, considerando que voltar pra resolver isso por aqui seria extremamente oneroso. Vou acompanhando seus posts e comunicando também via e-mail. Muito obrigada pela resposta. Boa sorte pra nós!

        Curtir

      2. Tássia, é sempre um medo mesmo, mas se não arriscarmos, como saberemos o que poderia ter sido… sei o custo dessa aventura, mas se nao der certo, me conforta saber que tenho um lar para onde retornar…

        Curtir

  2. Meninas psicólogas, vcs não acham que o reconhecimento pelo Vetasses é um caminho interessante? O Vetasses não exige comprovação do nível de inglês e o Australian Government (Department of Immigration) exige apenas o competent english.
    Bom, eu estou indo por esse caminho. Mas só vou dar entrada no processo em maio, logo após defender meu mestrado. Vou começar a estudar inglês depois disso também. Mas já agendei aula no Italk pra amanhã, pra ter uma idéia do meu nível de inglês no momento. 🙂

    Curtir

    1. Helen, olá. Na verdade pelo o que averiguei o Vetasses exigirá sim comprovação do conhecimento em inglês. A nota é 6 no Ielts (uma nota mais baixa). E outro ponto é que eu pedi que me instruíssem a respeito do atendimento em clínica da própria faculdade por um ano pra ter a certeza que valida a exigência de um ano de atendimento em psicoterapia. Bom, como a Mari mesma já bem explorou, cada agência procede uma forma ne? Se você tem informações diferentes e concretas, nos ajude por favor.

      Curtir

      1. Não precisa, não. 😉 E nem precisa comprovar renda pros vistos 189 e 190.
        https://www.vetassess.com.au/skills-assessment-for-migration/general-occupations/required-documents
        “Will the assessment require English language skills such as IELTS test results?
        You are not required to provide evidence of English language proficiency for a skills assessment application with a nominated general professional occupation. However, for information about DIBP’s English language proficiency requirements, please visit the DIBP website.”

        Curtir

      2. Helen, agora fiquei mais confusa ainda rs. O Vetasses é um procedimento que viabiliza a escolha do visto mais próximo da nossa necessidade (horas livres pra trabalhar, permanência no terrítório australiano) correto? visto 189 exige IELTS nota 6; o 190 é através de convite do governo para profissionais da lista (portanto eles entendem que seremos atuantes e farão análise do inglês competente)…. Aiai viu… muitos detalhes… muito confuso rs

        Curtir

  3. Então Tassia, todos os vistos pedirão a comprovação do inglês, através do IELTS ou TOEFL ou PTE Academic ou OET ou Cambridge. E a exigência é a de no mínimo, Competent English (no site do departamento de imigração tem a pontuação exigida pra se comprovar Competent English em cada prova). Porém, no caso do Vetasses, não é exigido o inglês no reconhecimento do diploma. Geralmente, as pessoas aplicam pros vistos 189 e 190 ao mesmo tempo, pois se o estado escolhido por vc te patrocinar, sua pontuação geral aumenta e o seu visto sai mais rápido. Além de que, quanto maior a nota na prova de inglês, maior a sua pontuação também. A pontuação mínima é a de 60 pontos e eles avaliam várias categorias pra definir essa pontuação (idade, inglês, tempo de experiência comprovada, etc).
    Espero ter ajudado!
    Beijos

    Curtir

  4. Meninas, estou adorando essa troca!!!
    o Vetassess não reconhece o diploma para fins de prática da psicologia, ele apenas te torna apta a tentar o visto permanente. A análise do vetassess não solicita comprovação de inglês, mas no momento de fazer a aplicação do EOI será necessário sim a comprovação de inglês.
    Tássia, no geral o reconhecimento de prática na área só é reconhecido após conclusão da graduação, durante a graduação o reconhecimento é como estágio.
    Outro ponto é que quando se entra por patrocínio de Estado, você fica com uma “dívida” com o Estado, devendo permanecer nele pelo prazo de dois anos.

    Curtir

    1. Mari e Helen, também estou adorando e está sendo muito importante pra realmente visualizar todo o fluxo. Eu estou na angustia por um inglês que me possibilite nota 6 no IELTS num curto espaço de tempo e pela validação das minhas atividades profissionais (enquanto estudante e após a graduação) para o VETASSES. Vocês atuam de fato com análises clínicas/ psicoterapia?

      Curtir

  5. Sim, atuo como psicóloga clínica. Estou terminando um mestrado pela Faculdade de Medicina da UFRJ. Tenho 10 anos de formada, porém, tenho 33 anos. Perco ponto na idade, mas ganho no tempo de experiência. Vou dar entrada no processo apenas depois da minha defesa, no final de abril. Aí vou me concentrar completamente no visto. Ia fazer o PTE Academic, mas só existe curso online e gostaria de fazer um preparatório presencial, então vou fazer o Toefl mesmo. Chegando lá, nem sei se quero atuar como psicóloga. Lá eu decido. rs
    Beijos e boa sorte pra nós!!

    Curtir

    1. Helen, que legal seu plano de vida que é muito mais relevante que o de carreira. rs Vai dar tudo certo. Somos corajosas em enfrentar essa sozinha ne? rs E o salário pra profissão é excelente por lá. Aliás todos ne? hahaha. Boa sorte pra nós! 😉

      Curtir

  6. Oii Mari sou nova aqui no seu blog, vi que vc foi com o visto de estudo com partner para teu esposo, eu e meu marido pensamos em fazer isso tbem, visto que não temos ainda a nota necessária para aplicar para o Permanent, estamos pensando em ir em 2018, estou procurando informação de casais que foram estudar com os filhos, mas infelizmente não encontrei nenhum blog, vc sabe quanto sai o custo das escolas publicas primarias em Adelaide de 5 a 7 anos, ouvi falar q varia de 4000mil a 8000 mil dollares AU /ano. Tu tem noção desses valores ai em Adelaide? Tem muitos casais com filhos ai que vao para estudar ingles? Mto obrigada e desde já agradeço. Abraços Milena
    milenamkt@gmail.com

    Curtir

    1. Oi Milena, obrigada pelo comentário… Na verdade ainda não estou na Austrália, sigo meu caminho ainda este ano, mais ainda estou nos tramites, o visto permanente acaba saindo uma graninha mesmo, e como gostaríamos muito de seguir esta trilha é necessário muito planejamento…
      Sobre valores de escola pública infantil eu não tenho ideia, posso pesquisar, mas para uma resposta mais breve seria interessante perguntar no “papo calcinha em Adelaide” (https://www.facebook.com/groups/PapoCalcinhaEmAdelaide/), também tem um canal no youtube de um casal que está em Adelaide (https://www.youtube.com/channel/UCgeZZ7RJJR3Y7tm_EzFrDsA), a Érica que faz os vídeos estava estudando na área da educação, talvez ela tenha a informação….

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s